Início >> Noticia >> Pro Paz atendeu quase 200 mil pessoas em 83 municípios do Pará
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Pro Paz atendeu quase 200 mil pessoas em 83 municípios do Pará

sábado, 30 Dezembro, 2017
Presidente da Fundação Pro Paz, Jorge Bittencourt
 
Após percorrer 83 municípios paraenses e realizar quase 200 mil atendimentos, o Pro Paz Cidadania encerra as atividades de 2017. A população paraense recebeu acesso gratuito a emissão de documentos: CPF, RG, certidão de nascimento (1º e demais vias), identidade de nome social, Id Jovem, acompanhamento jurídico, entre outros serviços.
 
O sucesso das ações foi possível devido às parcerias firmadas ao longo do ano com a Defensoria Pública, Polícia Civil, Assembleia Legislativa, Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), prefeituras e outros órgãos e entidades não governamentais.
 
"O trabalho de articulação entre os parceiros é fundamental para aplicação de uma política e governabilidade de sucesso. Entre a Seaster e o Pro Paz, os resultados podem ser vistos a cada ‘novo cidadão’ que, a partir da emissão de documentos básicos, como a certidão de nascimento, pode começar a exercer sua cidadania plenamente. Só temos que parabenizar o Governo do Estado e a Fundação Pro Paz por toda a dedicação”, disse a titular da Seaster, Ana Cunha.
 
Caravana pelos municípios
 
As caravanas saíram de Belém em direção a todas as regiões do estado, com estrutura preparada para receber os servidores e beneficiários. O trabalho em equipe refletiu em números exitosos: 64.978 registros de identidade; 2.374 certidões de nascimento; 10.374 Identidades Jovens (Id Jovem); 18 carteiras de nome social; 8.450 CPFs; 53.170 fotos; 8.744 carteiras profissionais emitidos e 23.608 atendimentos jurídicos realizados. Também foram oferecidas 2.495 consultas, vacinas, testes rápidos e outros serviços pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Prefeituras.
 
"O Pro Paz e a Polícia Civil integram esse grande processo de cidadania, levado não só à capital do estado como também ao interior. A Fundação ganha mais importância quando requer um número maior de funcionários e a estrutura também relacionada a transporte. Dessa forma, conseguimos, com essa estrutura, atender muito melhor à população", pontuou o diretor de Identificação da Polícia Civil, Antonio Ricardo Moura Paula.
 
Dentre os serviços, a novidade deste ano foi a Identidade Jovem, que amplia o acesso ao esporte, cultura e lazer. O Estado do Pará é o primeiro da região Norte e o 10º do país a garantir a emissão de Id Jovem. “A Id jovem traz mais facilidade para a gente, principalmente para poder participar de eventos. Agora no final do ano nós queremos viajar e com a Id temos a possibilidade de pagar mais barato ou viajar sem custo, então, isso é uma vitória para a juventude”, comemorou o estudante Genielson Costa, morador de São Domingos do Araguaia.
 
Ações em 2018
 
O trabalho do Pro Paz continua em 2018, pois faz parte da missão da Fundação levar mais cidadania e garantir dignidade à população paraense. “Presenciamos um caso emblemático, em Jacareacanga; um senhor indígena com quase 60 anos tirou pela primeira vez sua certidão de nascimento e com isso conseguiu retirar os demais documentos e se regularizar no seu emprego. Isso é gratificante. A missão continua no próximo ano: levar ações e serviços de forma gratuita aos municípios paraenses, para atender esse grande volume de pessoas que às vezes não tem nem o primeiro registro”, disse Jorge Bittencourt, presidente da Fundação Pro Paz.
 
Por Emanuele Corrêa