Início » Noticia » Caminhada encerra programação de Campanha contra as Drogas
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Caminhada encerra programação de Campanha contra as Drogas

sábado, 29 Junho, 2019

 

Encerrou na manhã de hoje (29), a mobilização acerca da Campanha de Prevenção ao uso de Drogas, lançada pelo Governo do Estado, por meio da Fundação ParáPaz. A caminhada, que teve início na Av. Presidente Vargas com chegada no Ver-o-Peso, passou por pontos da região central com faixas e distribuição de cartazes e panfletos informativos nos estabelecimentos, aos motoristas e pedestres. Fazendo o trabalho de conscientização sobre o uso indevido de drogas, sejam elas lícitas e ilícitas, estimulando a prevençao.

“As ações terminaram hoje, mas vamos continuar trabalhando, mobilizando pais, professores, alunos, lideranças, gerentes de polos que trabalham conosco nos bairros, para que eles continuem divulgando essa mensagem que é do combate às drogas” disse Ray Tavares, presidente da Fundação ParáPaz

Jhon Cavalcante, coordenador de Políticas Públicas da Juventude, afirmou que “a Campanha  conseguiu atingir o público jovem de maneira dinâmica e atual, fazendo com que se tornem multiplicadores dos conhecimentos e informações sobre o assunto”. A campanha agregou vários órgãos do governo, como a Secretaria de Eduação (SEDUC), através do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH) e Polícia Miltar, através do Proerd. “Essa iniciativa proporcionou um alerta à sociedade sobre a problemática”, concluiu.

A presidente também destacou que apesar do período de campanha ter encerrado, as ações devem continuar. “Vamos participar da ação de verão, juntamente com o governo, em quatro praias de municípios paraenses. Dando continuidade à causa, divulgando informações através de panfletos, prevenindo e mostrando as formas que o governo tem em amparar quem deseja sair desse caminho”.

A campanha teve início no dia 26, com o evento “Drogas não tem jogo. É Game Over” realizado no Teatro Margarida schivazappa, no Centur, e contou com a presença de autoridades e cerca de 500 jovens que tiveram a oportunidade em ouvir testemunhos de quem já vivenciou e superou a dependência.  Nos dias 27 e 28, a mobilização foi feita em escolas e polos da Fundação, com palestras, rodas de conversa e atividades esportivas.

Mesmo quem não teve contato direto com as drogas, percebeu que o diálogo é uma forma eficaz de evitar o uso. “Vou procurar sempre conversar com amigos, com meus pais, porque eu já vi pessoas usando drogas nas ruas e é muito triste. Se eu puder ajudar os outros só com a conversa, vou ajudar”, afirmou o estudante Lucas Barbosa, de 15 anos.

 

Por: Nathalia Mota