Início da busca
Início do Conteúdo
Versão para impressãoEnvie por email

Os aulões do Pro Paz Enem lotaram auditórios e salas de aula neste final de semana. Juntos, professores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e do Pro Paz Enem realizaram aulas em Soure e Belém para abordar o conteúdo do Enem com uma proposta mais dinâmica, deixando os estudantes mais atualizados e preparados. Aproximadamente 800 alunos assistiram às aulas.

Em Belém, o aulão foi realizado no Centur e já começou com uma dinâmica para motivar os alunos. Isso ajudou a estudante Adriana Araújo, de 17 anos, a gostar ainda mais da aula. “Sempre venho para o aulão porque acho muito legal o carinho com que os professores nos tratam. São professores que eu sempre quis estudar e não tinha como porque eles dão aulas em cursos caros de Belém", explicou.

“Eu fico muito feliz em ver uma professora renomada como a Joana Vieira dando aula aqui pra gente sobre um tema tão importante como a LGBTfobia e o papel do Estado neste combate. É um tema que está em alta e que precisa ser estudado na sala de aula, principalmente nesses tempos tão sombrios que estamos vivendo. Fico feliz que o Pro Paz Enem traga este debate para nós”, afirmou o estudante Wellington Silva, de 19 anos.

O presidente da Fundação Pro Paz, Jorge Bittencourt, esteve no aulão e explicou para os alunos sobre o conteúdo especial preparado para eles, disponível nas redes sociais do Pro Paz Enem e em encartes do jornal O Liberal, ferramentas para auxiliar em sua preparação para o exame. “Sabemos que os alunos nem sempre têm a oportunidade de ter aulas nos finais de semana em suas escolas e por isso estamos pensando em várias estratégias para auxiliá-los. Seja pelo Facebook com vídeos; pelo Jornal Liberal, por meio dos fascículos aos sábados ou pela TV Cultura, de quarta a sábado, com nosso programa, a gente quer se fazer presente e trazer mais preparação para eles. Queremos o maior número possível de alunos da rede pública em universidades”, disse.

Em Soure, no Marajó, as aulas foram realizadas no Auditório Gasparini Batista da Silva e contaram com a presença de 150 alunos. A aula ofereceu para a jovem Larissa Lemos, 19 anos, a possibilidade de reforçar seus estudos. "Quero ser professora e sempre sonhei em dar aulas. Achava que passar em uma universidade pública através do Enem era algo distante, mas com o projeto o Pro Paz Enem venho me sentindo mais segura. Ficamos muito felizes de ter essas aulas aqui", conclui a jovem.

Por Nathalia Petta

PROPAZ Geral12, Setembro

Jovens de Parauapebas participam de aulões do Pro Paz Enem

Mais de 500 estudantes de Parauapebas que irão fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) participaram dos...

Leia mais
PROPAZ Escola25, Setembro

Rede estadual de ensino intensifica preparação de alunos

Com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que, neste ano, acontece no início do mês de novembro, as...

Leia mais
PROPAZ Escola03, Setembro

Pro Paz tem recorde de público em Curuçá, Abaetetuba e Tucuruí

Neste sábado (02) mais de 1300 jovens participaram de  aulas simultâneas do Pro Paz Enem nos municípios de...

Leia mais
PROPAZ Geral01, Setembro

Estado investirá quase R$ 50 milhões na melhoria de escolas

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), firmou nove convênios com prefeituras visando...

Leia mais