Início da busca
Início do Conteúdo
Versão para impressãoEnvie por email

“Sou ambulante e já vi muitas situações de atropelamento no meu bairro. Sempre me senti inútil em não poder fazer algo, e quando soube do curso logo pensei em me inscrever. Aprendi técnicas e manobras para um atendimento eficiente, para saber estabilizar vítimas em diferentes situações. A UIPP sempre está em contato com a comunidade, trazendo essas atividades, que são muito importantes para nós”, contou nesta quinta-feira (10) Francisco Gonçalves, 49 anos, um dos participantes do curso de primeiros socorros oferecido à comunidade desde segunda-feira (7), na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) no Bairro da Terra Firme, em Belém.

Ministrado por um técnico do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, o curso tem como objetivo repassar orientações básicas em situações emergenciais para a comunidade, utilizando objetos alternativos, como papel, chinelo e papelão. O curso será encerrado nesta sexta-feira (11), com a entrega de certificado a todos os 28 participantes.

“A gente sempre busca oferecer serviços como esse para a população, porque além de promover a qualificação integram a comunidade aos órgãos de segurança. Com essa integração conseguimos trabalhar a resolução de conflitos de forma pacífica, que é o nosso maior objetivo aqui”, ressaltou Socorro Fernandes, coordenadora da UIPP da Terra Firme.

Primeiro atendimento - “O curso trata sobre técnicas de primeiros socorros em paradas cardíacas, convulsões, desmaios, hemorragias, luxação e entorses. Como os primeiros socorros são o primeiro atendimento de uma vítima, e nem sempre temos tantos recursos em casa ou na hora da emergência, estamos utilizando aqui equipamentos alternativos para ensinar como imobilizar a vítima, como movimentá-la, como ajudar a aliviar sua dor. Queremos que eles se tornem multiplicadores destas informações, que são tão importantes”, disse o instrutor Fábio Pinheiro, 34 anos, cabo do Corpo de Bombeiros.

A técnica de enfermagem Miriam Vieira, 52 anos, participa do curso para ampliar seus conhecimentos. “O curso é muito importante, tanto para pessoas da área de saúde quanto para leigas, por ensinar como ajudar em casos de emergência, que podem acontecer a qualquer hora. Estou gostando muito de participar”, afirmou.

Por Mayara Albuquerque

PROPAZ Bairro06, Setembro

Fundação Pro Paz abre cadastro de reserva para arte educadores

Está aberto o edital de credenciamento para Arte Educadores da Fundação Pro Paz. O objetivo do edital é compor o quadro...

Leia mais
PROPAZ Geral26, Junho

Portal da Amazônia recebe ações de prevenção

Desde a última sexta-feira, 23, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) deflagrou inúmeras...

Leia mais
PROPAZ UIPP28, Janeiro

Aulas de defesa pessoal garantem segurança para mulheres vítimas de violência

Um projeto da Fundação Pro Paz oferta aulas de defesa pessoal para mulheres vítimas de violência. As alunas...

Leia mais
PROPAZ Geral05, Novembro

Pro Paz apoia Copa da Federação Paraense de Ginástica

A sede da Federação Paraense de Ginástica (Fepagin), que atualmente desenvolve suas atividades com apoio da Fundação...

Leia mais