Início » Noticia » Alunos do Pro Paz participam de Festival do Futebol da CBF
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Alunos do Pro Paz participam de Festival do Futebol da CBF

segunda-feira, 15 Maio, 2017

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por meio do projeto CBF Social, promoveu na tarde desta segunda-feira (15) o novo Festival do Futebol, no campo do Centro Esportivo da Juventude (Ceju), em Belém. A ação envolveu cerca de 80 alunos do Programa Pro Paz nos Bairros, Polo Mangueirão, que praticam atividades de arte, esporte, cultura e lazer após as aulas regulares. O objetivo do projeto nacional é fortalecer o esporte na área de políticas públicas, em especial para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

O Festival de Futebol da CBF Social ocorre em todo o Brasil, reunindo crianças de projetos sociais, centros olímpicos e escolas públicas. Paralelamente à diversão, alunos entre 09 e 13 anos recebem orientações dos instrutores da entidade, de estudantes voluntários e professores de Educação Física. Na Região Norte, além da capital paraense, o projeto abrange Manaus (AM). No Brasil, já foi realizado em 16 estados.

Este é o segundo encontro do CBF Social com o Pro Paz. O primeiro ocorreu em abril deste ano, e também reuniu cerca 80 pessoas. “É muito bom retornar a Belém e ver o entusiasmo das crianças do Pro Paz com o CBF Social. Hoje, elas terão uma atividade lúdica e educativa, que integra futebol e consciência ambiental, justamente por conta da Copa Verde 2017”, explicou Diogo Netto, gerente do CBF Social.

Para o estudante Jaime Nascimento, 10 anos, que frequenta as atividades do Polo Mangueirão há dois meses, fazer parte do festival é gratificante e divertido. “É muito legal participar dessa atividade e ficar sabendo um pouco mais sobre o meio ambiente, ao mesmo tempo em que a gente se diverte”, disse Jaime.

Ana Lobato, 12 anos, aluna do Polo Pro Paz da Universidade Federal do Pará (UFPA) e moradora da área conhecida por Riacho Doce, tem no futebol sua atividade predileta. “Eu amo futebol, e estar aqui, com o pessoal da CBF, é como estar perto dos nossos ídolos da Seleção Brasileira. Espero muito que um dia eles possam nos visitar e brincar um pouco com a gente”, declarou.

Contribuição social - “É importante integrar atividades deste tipo, pois é uma oportunidade de conhecer de perto a contribuição social do Pro Paz com o esporte paraense, ao mesmo tempo em que oferece alternativas saudáveis a meninos e meninas da periferia”, destacou Felipe Corrêa, acadêmico do curso de Educação Física da Universidade do Estado do Pará (Uepa), que trabalhou como voluntário no festival.

Anete Alves, diretora de Projetos da Cruz Vermelha Nacional, acompanhada de uma equipe de 15 socorristas da entidade no Pará, esteve no festival e ressaltou a importância da integração com a CBF e a Fundação Pro Paz em eventos que beneficiam a sociedade. “Estamos muito felizes de participar deste momento, pois trabalhamos com projetos humanitários no mundo todo, e nada como conhecer de perto as ações executadas pelo Pro Paz, que se preocupa em melhorar a vida das pessoas. Para nós, é uma troca de experiências importantíssima”, assegurou a diretora.

Por Nil Muniz