Início >> Noticia >> Projeto “Livro Solidário” chega ao polo Pro Paz Ufra
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Projeto “Livro Solidário” chega ao polo Pro Paz Ufra

quarta-feira, 14 Março, 2018

“A leitura me traz sonhos. Fico imaginando as histórias”. As palavras da estudante Luana Campos Ferreira, de 10 anos, foram ditas durante a inauguração do Espaço de Leitura do projeto “Livro Solidário” no polo Pro Paz Ufra (Universidade Federal Rural da Amazônia), nesta quarta-feira, 14, data em que se comemora o Dia do Poeta.

 

Neta de poetisa, Luana gosta de ler gibis e de escrever histórias de terror, suspense e ação. Ela é uma das 322 crianças e adolescentes que moram nos bairros da Terra Firme e Guamá, e que são atendidas no polo. A parceria entre a Imprensa Oficial do Estado (IOE) e o Pro Paz garante mais uma opção de atividade no local, que já oferece opções de esporte e lazer.

 

“Temos um corpo técnico que vai fazer todo um planejamento para inserir a leitura nas atividades que eles participam”, pontuou o coordenador do polo Pro Paz Ufra, João Luiz Parente, ao acrescentar que o espaço vai funcionar no contraturno escolar, com atividades nos turnos da manhã e tarde.

 

O evento de inauguração contou com a presença de crianças atendidas no polo, pais e também do poeta Antônio Juraci Siqueira e do ator Eli Chaves que apresentou a performance “O menino e o livro”.  As crianças também fizeram leituras de poemas e homenagearam o poeta Juraci Siqueira.

 

A dona de casa Simone Cabral, 40, mãe de Jeferson Cabral, de 9 anos, falou que o Espaço de Leitura é uma grande oportunidade para as crianças, “já que nós não temos muitas opções de lazer no nosso bairro, e a leitura vai ajudar muito no desenvolvimento escolar deles”, acredita.

 

“A leitura liberta, faz toda a diferença na vida das crianças. Quando você dá um livro pra uma criança, você está abrindo uma janela para a esperança”, refletiu o poeta Antônio Juraci Siqueira. Ele elogiou o Espaço de Leitura que recebeu diversos livros seus para compor o acervo. Alguns foram autografados por ele.

 

A diretora de Documentação da Imprensa Oficial do Estado e coordenadora do projeto Livro Solidário, Carmen Palheta, reforçou a parceria com o Pro Paz, por incentivar a leitura entre crianças e jovens que vivem em áreas de maior vulnerabilidade social. “Aqui é mais uma prova de que nós podemos aliar a leitura a várias outras atividades na vida da criança”, pontuou.

 

A presidente da Fundação Pro Paz, Mônica Altman, ressaltou a parceria com a IOE, ao informar que a ideia é ampliar espaços de leitura a todos os polos do Pro Paz.

Baixo Amazonas – Hoje, também, mais de 500 alunos da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Rosália Simões Barbosa, no município de Monte Alegre, localizado na Mesorregião do Baixo Amazonas, ganharam um Espaço de Leitura do projeto Livro Solidário. A inauguração contou com a presença do vice-prefeito Mateus Almeida, professores, alunos e outras autoridades.

 

 “Será de suma importância para a formação do aluno leitor, pois a sala de leitura, além de ser um espaço de continuidade das ações pedagógicas desenvolvidas na escola, vai se transformar também em um espaço de lazer para os moradores de Monte Alegre”, pontuou a gestora da escola, Sheila Andrade Rodrigues, que acredita que o projeto vai trazer benefícios para a escola e para o aluno se aperfeiçoar na leitura e na escrita; ou seja, no processo de ensino e aprendizagem na escola.

 

Os alunos que receberam os 450 livros enviados pela Imprensa Oficial do Estado, por meio do Livro Solidário, participam do projeto ‘Espaço de leitura: levar a ler em lugares distantes’, que é desenvolvido pela aluna do Mestrado em Letras da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), Alessandra Mesquita.

 

Serviço: O projeto Livro Solidário é coordenado pela Imprensa Oficial do Estado, com apoio do Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC) e Secretaria de Comunicação do Governo do Estado (Secom).

 

Por Ronaldo Quadros